home natural    
   
Divulgação

  Anuncie
Mostre sua marca para o mundo da borracha
Garanta seu espaço!

  Revista Lateks
Única publicação especializada
em heveicultura no Brasil
Compre!

Agenda

ABC

Tempo

 

 
     ASSINATURAS      Boletim      Anuncie      Fale Conosco      Política do Site     
CP2018 | Formação do preço da borracha abre Ciclo de Palestras da Apabor (conteúdo aberto) PDF
22/11/2018

Camila Gusmão

O preço da borracha natural é um tema de interesse do setor heveícola. Como é o mecanismo de formação do preço da borracha natural é tema da palestra de João de Almeida Sampaio Filho, economista, heveicultor e ex-secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, na abertura do 11º Ciclo de Palestras sobre a Heveicultura Paulista, que começou nesta quinta-feira, 22, na capital nacional da borracha - São José do Rio Preto, no interior paulista.

Em entrevista ao Borracha Natural, Sampaio contou que a ideia da palestra veio a partir da sua participação no 9º Encontro Nacional da Borracha Natural, evento realizado pela LATEKS - mantenedora do portal Borracha Natural - em junho passado em São Paulo. O encontro acontece sempre dentro da Feira Internacional de Tecnologia, Máquinas e Artefatos de Borracha (Expobor).

Francal Feiras

João Sampaio durante o Encontro Nacional em São Paulo

“O presidente e integrantes da Apabor assistiram minha participação no Encontro Nacional e consideraram muito interessante a abordagem do tema, e pediram para participar do Ciclo de Palestras”, conta.

Naquela ocasião em São Paulo, Sampaio enfatizou a necessidade de retomada do diálogo no setor e a união entre produtores e a indústria da borracha no Brasil.

Para o Ciclo de Palestras, Sampaio aborda o histórico da formação de preços da borracha natural no Brasil, que no início era controlado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e foi gradativamente desregulamentado.

“O produtor imagina que o preço deve ser formado pelo custo de produção. Já a indústria acredita que deve ser formado pelo mercado internacional. Sempre há este conflito”, explica Sampaio, que tem uma vasta atuação em prol do desenvolvimento da cadeia produtiva da borracha natural.

Segundo Sampaio, é necessário colocar o ‘dedo na ferida’, e explicar o motivo de entidades não terem o controle sobre o preço da borracha, por exemplo.

A explicação de o preço atual estar baixo para o produtor é devido ao grande aumento da produção, principalmente na Ásia. Porém, estudiosos afirmam que o atual ciclo de preços deve ter entre três e sete anos. Após este período, o preço voltará à normalidade.

Enquanto isso, o produtor deve aumentar a produtividade com excelência e reduzir custos para superar o período difícil, já que a borracha natural, como toda commodity tem preço cíclico.

“Penso que quando os preços estavam muito bons, altos, os produtores aceitaram pagar muito pela mão de obra. Vi muita gente pagar de 40% a 50% da produção para os sangradores, percentuais muito elevados diante das despesas e o preço atual recebido pelo produtor, que é o proprietário da terra e teve anos de investimento para poder começar a receber. Tem que adequar os sangradores à realidade do Brasil”, afirma.

O 11º Ciclo de Palestras sobre a Heveicultura Paulista é realizado pela Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha (Apabor) e acontece nos dias 22 e 23 de novembro, no Ipê Park Hotel, em São José do Rio Preto.

 


RELACIONADAS
CP2018 | Qualidade do látex no campo interfere na fabricação de artefatos
CP2018 | Painel técnico apresentará rentabilidade e heveicultura na Ásia
CP2018 | Terceirização da mão de obra no campo se torna oportunidade
Encontro Nacional enfatiza união entre produtores e indústria de borracha


 

Proibida a reprodução total ou parcial por qualquer meio.

 

 
< Anterior   Próximo >
   
   
© 2009-2018 LATEKS COMUNICACAO LTDA. Todos os direitos reservados.
Rua Campos Salles, 1753 - Vila Boyes - CEP 13416-310 - Piracicaba-SP
Atendimento preferencial por e-mail: fale@borrachanatural.agr.br
Supported by
lateks