home natural    
   
Divulgação

  Anuncie
Mostre sua marca para o mundo da borracha
Garanta seu espaço!

  Revista Lateks
Única publicação especializada
em heveicultura no Brasil
Compre!

Agenda

ABC

Tempo

 

 
     ASSINATURAS      Boletim      Anuncie      Fale Conosco      Política do Site     
Apabor participará de reunião em Cingapura como associada do IRSG (conteúdo aberto) PDF
15/03/2019

Instituição reúne países e empresas produtoras e consumidoras de borracha

Camila Gusmão

A Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha (Apabor) participará da primeira reunião após ter voltado a ser membro-associado do Grupo Internacional de Estudos da Borracha (IRSG, na sigla em inglês). O encontro, denominado “Painel do Associado”, acontecerá no próximo dia 20, em Cingapura, após os dois dias do evento “World Rubber Summit” (WRS), que será no mesmo local.

Divulgação

Sri Lanka hospedou World Rubber Summit em 2018

Fundado em 1944, o IRSG é uma organização intergovernamental composta por países e empresas da indústria da borracha, com sede em Cingapura, e tem como objetivo promover a integração entre os diferentes agentes da cadeia produtiva. Atualmente, são países associados os Camarões, a Costa do Marfim, a União Europeia (28 países-membro), Índia, Japão, Nigéria, Rússia, Cingapura e Sri Lanka, além de 120 empresas ou instituições de diversos países.

Segundo a Apabor, o contato com o IRSG vem acontecendo desde o ano passado, quando integrantes do grupo estiveram no Brasil. A associação recebeu o convite para regressar ao grupo e pagou a taxa anual de associação. Hoje, empresas ou organizações de um país não-membro - como é o caso do Brasil - pagam 6.000 dólares de Cingapura (ou 4.430 dólares dos Estados Unidos na conversão direta), mais os custos de remessa do pagamento para o exterior.

“Para nós é muito importante participar do grupo, pois lá se concentram os maiores consumidores e produtores de borracha natural do mundo. Aqui, no Brasil, os maiores consumidores são as fabricantes de pneus, e suas matrizes estão reunidas no IRSG. Por isso, também, é importante estreitar o relacionamento”, comenta Fábio Magrini, heveicultor e presidente da Apabor.

Borracha sustentável

De acordo com Magrini, a associação planeja mostrar a produção sustentável de borracha natural realizada no Brasil e o potencial para aumento da oferta.

“Estamos começando um trabalho de longo prazo que pode remunerar melhor o produtor brasileiro que utilize técnicas sustentáveis para a produção. Já existem empresas que se interessam por produtos sustentáveis, como a montadora de carros de luxo BMW, por exemplo”, destaca o presidente.

Magrini conta que o heveicultor, além de respeitar a legislação trabalhista, atua na preservação e restauração do meio ambiente.

“Temos muitas áreas de pastagens degradadas no Brasil, que poderiam se tornar novas áreas de plantio de seringueira. Não precisamos desmatar para crescer, pois espaço é o que mais temos”, explica.

 


RELACIONADAS
WRS2018 | Sri Lanka busca competividade na indústria de borracha
WRS2018 | Apollo Tyres fornece pneus para montadoras na Europa
WRS2018 | Brasileiro discute sustentabilidade e certificação na heveicultura (conteúdo aberto)
Salvatore Pinizzotto é novo secretário geral do IRSG


 

Permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte.

 

 
< Anterior   Próximo >
   
   
© 2009-2019 LATEKS COMUNICACAO LTDA. Todos os direitos reservados.
Rua Campos Salles, 1753 - Vila Boyes - CEP 13416-310 - Piracicaba-SP
Atendimento preferencial por e-mail: fale@borrachanatural.agr.br
Supported by
lateks