home natural    
   
Divulgação

  Anuncie
Mostre sua marca para o mundo da borracha
Garanta seu espaço!

  Revista Lateks
Única publicação especializada
em heveicultura no Brasil
Compre!

Agenda

ABC

Tempo

 

 
     ASSINATURAS      Boletim      Anuncie      Fale Conosco      Política do Site     
Campanha da Apabor arrecada mais de 1.700 cestas básicas (conteúdo aberto) PDF
22/05/2020

Associação está realizando a segunda fase de entregas nos seringais paulistas

Camila Gusmão

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que provocou a paralisação das montadoras de veículos, das fabricantes de pneus e, por fim, das usinas de beneficiamento de borracha natural, o primeiro elo da cadeia produtiva - sangradores - se encontra em uma situação financeira preocupante.

Divulgação/ Apabor

Campanha da Apabor distribui cestas básicas aos sangradores

Para amenizar o impacto causado pela pandemia, presente na vida de 10 mil famílias de sangradores em 45 municípios do noroeste paulista, a Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha (Apabor), iniciou uma campanha para arrecadar fundos destinados à compra e distribuição de cestas básicas.

Até o momento, foram compradas e distribuídas cerca de 100 cestas básicas, beneficiando uma centena de famílias no campo. Porém, já foram arrecadados o equivalente a 1.700 cestas básicas, devido a uma doação expressiva de 1.500 cestas básicas realizada pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip).

“Apoiar a iniciativa em um momento tão delicado quanto o que estamos passando reforça o nosso compromisso com a segurança e a saúde de todos. Esta é uma situação única, na qual todos devemos realizar esforços coletivos para que possamos juntos superar esta fase”, afirmou em nota a Anip ao Borracha Natural.

Para Fábio Magrini, presidente da Apabor, a cadeia produtiva da borracha natural começa com os sangradores, por isso são ‘a ponta mais fraca’, os que mais necessitam de ajuda neste momento.

“Estamos na segunda fase das entregas. É um trabalho coletivo, com as usinas fazendo o cadastro daqueles que mais precisam. Nós arrecadamos os fundos, compramos as cestas básicas e as usinas ajudam na distribuição. Também tivemos muitas contribuições de pessoas físicas, que se sensibilizaram com a campanha”, conta.

Expectativa

A Anip acredita que uma retomada mais rápida e dinâmica da economia depende de novas medidas econômicas de âmbito federal, fundamentais em uma situação de crise grave como a que estamos passando.

“Vivemos uma situação sem precedentes, tornando as previsões extremamente difíceis de serem realizadas. Tivemos um mês de abril com números extremamente baixos com a parada das montadoras e a quarentena no comércio em geral. Em maio, começamos a verificar o retorno de algumas montadoras e a abertura progressiva do comércio. Provavelmente, teremos um avanço restrito dos mercados até o final do ano e, ao que tudo indica, um ano de 2020 com resultados muito abaixo do projetado”, destaca a associação da indústria de pneus.

 


RELACIONADAS:
Campanha arrecada alimento para famílias nos seringais paulistas
Como manter a qualidade do coágulo estocado durante a pandemia?
Governo do MS e Aprobat orientam heveicultores na comercialização da produção


 

Permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte.

 

 
Próximo >
   
   
© 2009-2019 LATEKS COMUNICACAO LTDA. Todos os direitos reservados.
Rua Campos Salles, 1753 - Vila Boyes - CEP 13416-310 - Piracicaba-SP
Atendimento preferencial por e-mail: vendas@lateks.com.br
Supported by
lateks