home natural    
   
Divulgação

  Anuncie
Mostre sua marca para o mundo da borracha
Garanta seu espaço!

  Revista Lateks
Única publicação especializada
em heveicultura no Brasil
Compre!

Agenda

ABC

Tempo

 

 
     ASSINATURAS      Boletim      Anuncie      Fale Conosco      Política do Site     
Doenças fúngicas atingem 500 mil hectares de seringueira na Ásia (conteúdo aberto) PDF
15/12/2020

Camila Gusmão

Algumas doenças fúngicas vêm aumentando nas plantações de seringueira na Ásia. Em apenas quatro anos, o número de países produtores de borracha natural que foram afetados pelo problema passou de dois para cinco. O alerta é do pesquisador Tajuddin Ismail, membro do International Rubber Research and Development Board (IRRDB), um comitê internacional para pesquisa e desenvolvimento da borracha.

Reprodução

Sintomas da doença foliar causada pelo fungo Pestalotiopsis spp.

Falando diretamente da Malásia para os participantes do 12º Ciclo de Palestras sobre a Heveicultura Paulista, realizado pela Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha (Apabor) no final de novembro, Ismail destacou que já são mais de 500 mil hectares de seringueira atingidos por doenças foliares na Ásia.

Segundo o fitopatologista, o desfolhamento pode reduzir em até 50% a produção de látex, chegando ao extremo de secar a árvore. A seringueira sofre com vários tipos de doenças, tanto nas folhas quanto no painel e raízes, mas isso só é uma ameaça ao crescimento da heveicultura se não for combatida.

As doenças na seringueira são causadas comumente pelos fungos Oidium heveae, Phytophthora spp., Colletotrichum spp. e Gloeosporium spp.. Mais recentemente, porém, Pestalotiopsis spp. tem se destacado como principal agente causal de queda foliar nas plantações asiáticas, atingindo mais de 300 mil hectares e provocando uma redução da produtividade superior a 30%.


RELACIONADAS
Produção e demanda de borracha natural caem em 2019
Preços baixos levam heveicultores a mudar para outras culturas
Sul da Tailândia é atingido por surto de doença foliar
Doença foliar ameaça produção de borracha natural na Indonésia
Doença foliar causa prejuízos em seringais do sudeste asiático


Segundo Ismail, os principais motivos para o alastramento dessas doenças em seringueiras na Ásia são as mudanças climáticas, que causam o aumento das chuvas, da temperatura e da umidade relativa do ar.

“Outra possível causa é que, nos últimos 10 anos, as plantas têm recebido pouca fertilização por causa do preço mais baixo. A queda dos preços tem reduzido a atenção aos tratos culturais e controle de plantas invasoras”, explicou.

A situação é considerada muito séria pelo pesquisador - pior até do que o mal-das-folhas no Brasil.

“Comparei com fotografias do Brasil, mas acredito que é pior. Realmente, é muito séria a situação, e tem relação com o clima. Todos os clones plantados são suscetíveis a essas doenças. Não temos clones resistentes. Algumas doenças têm muitos hospedeiros e, então, podem passar de outra cultura para a seringueira facilmente, dificultando o seu controle”, enfatizou.

O que fazer?

Ismail acredita que, para se chegar a métodos efetivos de controle de pragas e doenças na Ásia, são necessários novos estudos e também o desenvolvimento ou a identificação de clones de seringueira resistentes às doenças mais comuns na região.

“A perspectiva no longo prazo é que as doenças se espalhem para outros países produtores fora da Ásia, incluindo África e Américas, o que pode impactar a produção global da borracha natural. Os preços baixos estão deixando produtores menos interessados em investir no cultivo de seringueira. Eles não têm dinheiro para comprar comida, como podem investir em fertilização ou pulverização?”, concluiu.

 

Permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte.

 

 
Próximo >
   
   
© 2009-2019 LATEKS COMUNICACAO LTDA. Todos os direitos reservados.
Rua Campos Salles, 1753 - Vila Boyes - CEP 13416-310 - Piracicaba-SP
Atendimento preferencial por e-mail: vendas@lateks.com.br
Supported by
lateks