home natural    
    Publicidade
EBN2022
   
   
Divulgação

  Anuncie
Mostre sua marca para o mundo da borracha
Garanta seu espaço!

  Revista Lateks
Única publicação especializada
em heveicultura no Brasil
Compre!

Agenda

ABC

Tempo

 

 
     ASSINATURAS      Boletim      Anuncie      Fale Conosco      Política do Site     
CBH2021 - Heveicultura se enquadra em serviços ambientais com retorno financeiro (conteúdo aberto) PDF
08/11/2021

Camila Gusmão

O governo federal lançou no dia 1º de outubro a Cédula de Produto Rural (CPR) Verde. O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode trazer benefícios financeiros para o produtor rural que realizar ações de preservação ambiental em sua atividade agrícola. O modelo de pagamento que incentiva a conservação ambiental ao mesmo tempo em que o produtor irá produzir é um modelo de serviços ambientais que pode ser efetuado com a heveicultura.

LATEKS/ Heiko Rossmann

Seringueira tem maior capacidade de estoque de carbono do que eucalipto

Segundo Antônio de Padua Alvarenga, pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), a cultura da seringueira traz consigo três grupos de benefícios: sociais, econômicos e ambientais.

“Já faço uso desse trinômio há bastante tempo. Já avaliamos o grande potencial da cultura no resgate de carbono, onde trabalhamos comparativamente com uma mata fechada e uma mata em regeneração (capoeira). A seringueira possui uma capacidade de estoque de carbono, em toneladas por hectare, bem superior as estas unidades de produção. Outros trabalhos demonstram que tanto o eucalipto quanto o pinus perdem em capacidade de estoque de carbono para a seringueira, também medidos em toneladas de carbono por hectare. Ou em toneladas de carbono equivalente, o que contabiliza para os Certificados (CERs)”, explica.

O tema “Serviços ambientais, mercado de carbono e oportunidades para a heveicultura” será apresentado no VII Congresso Brasileiro de Heveicultura (CBH2021), que acontece de 10 a 12 de novembro no “Teatro do Engenho”, no Parque do Engenho Central, em Piracicaba.

A cultura da seringueira se enquadra em diversos serviços ambientais, como o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que é uma ferramenta utilizada em vários municípios do país como forma de conservação e manutenção, juntamente com a Bolsa Verde na recuperação de áreas.

“Também se encaixa no projeto ‘Conservação de águas’ de algumas entidades governamentais e entidades particulares, que na prática, nada mais é do que a construção de terraços, a construção de bacias de capitação, e a construção e adequação das estradas de acesso. E, tudo isso, são práticas executadas quando se instala uma lavoura de seringueira. E, na esfera estadual, o Programa Reflorestar, criado em 2008 contra os riscos da escassez hídrica, prevê o repasse de royalties do petróleo para o pagamento de produtores que conservam floresta, protegem nascentes e restauram áreas degradadas. E, mais uma vez, entramos com a seringueira atuando no processo pretendido”, conta Padua.

Já foram comprovados, em estudos realizadas pela Epamig, os benefícios que a seringueira traz ao meio ambiente, como a recuperação de áreas degradadas, conservação dos solos, produção de água e regulação do clima por meio do resgate de carbono.

“Ela traz pra sociedade um ambiente economicamente mais atrativo pela geração de emprego e renda. Ela também faz uma utilização sustentável da diversidade biológica”, destaca.

Um dos mais recentes trabalhos realizados pela Epamig na área comprovou também a capacidade da seringueira em aproveitar com grande eficiência as águas de chuva, fundamentando o abastecimento de águas subterrâneas e, consequentemente, as nascentes e cursos d’água.

Conheça mais sobre o assunto no CBH2021, evento realizado pelo Centro de Desenvolvimento do Agronegócio (Cedagro) e pela Lateks Comunicação, gestora do portal Borracha Natural (borrachanatural.agr.br). Mais informações sobre o evento podem ser encontradas em congressodeborracha.com.br.

 


RELACIONADAS
Congresso Brasileiro de Heveicultura será realizado em Piracicaba
Prazo para envio de trabalhos científicos termina em 11 de outubro
Plantio de seringueira favorece infiltração da água no solo
Conferência abordará características da heveicultura em países selecionados


 

Permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte.

 

 
< Anterior   Próximo >
   
   
© 2009-2021 LATEKS COMUNICACAO LTDA. Todos os direitos reservados.
Rua Campos Salles, 1753 - Vila Boyes - CEP 13416-310 - Piracicaba-SP
Atendimento preferencial por e-mail: vendas@lateks.com.br
Supported by
lateks